Minha esposa na festa de fim de ano

Olá pessoal meu nome é David. O que vou relatar abaixo aconteceu neste final de ano. Eu e minha esposa sempre fomos muito abertos em relação a sexo. Ela trabalha em uma escola renomada aqui na nossa região em Santa Catarina e fomos à festa de fim de ano da escola. Ela tem uma amiga lá na escola que se chama Patrícia. Pra não irmos em 2 carros, Raquel, minha esposa, sugeriu que fôssemos juntos, assim elas poderiam beber que eu dirigia.


Chegamos no apartamento da Patrícia e ela já estava pronta. Fomos pra festa e chegamos lá umas 8:20 da noite falamos com os conhecidos e começaram a beber já que era tudo free e eu só na minha curtindo. As duas se revezavam para pegar os drinks fui ao banheiro e quando voltei tinha meia garrafa de uísque na mesa, guaraná e Redbull. Pensei: “hoje to ferrado com essas duas”. Nisso apareceu Roger, um cara muito gente boa que já conhecia as duas da escola e era um rolo da Patrícia. Ele ficou na mesa com a gente o tempo todo. Jantamos, dançamos, tava tudo 100% mas resolvemos ir embora e o Roger nos acompanhou pois falamos que íamos passar em outro barzinho antes de irmos pra casa. Se tiver afim pode vir conosco.

Patrícia foi com ele no bar tomaram mais uns tantos drinks e depois seguimos para o apartamento da Patrícia. Eram umas 2 da manha quando chegamos. Ela sugeriu pra fecharmos a noite com chave de ouro e comemorar, Topamos. E ela ligou o som. Puxou o Roger pra dançar coladinho, mas dando uns amassos pesados. Aí falei pra Raquel: Vamos sair que eles querem ficar a sós, mas ela disse pra nem esquentar, que já conhecia bem minha amiga.

 

Ai fui a cozinha pegar mais umas cervejas e Raquel ficou na sala com eles. Quando voltei, dei de cara com o Roger sentado no sofá e Patrícia fazendo um boquete. Fiquei sem reação nenhuma pensei: “ixi e agora?” . E minha esposa só assistindo. Falei: “Raquel sai fora vamos embora”. Patrícia disse: “Relaxa David não vê que ela ta curtindo a festa?” Aí ela me olhou e fez sinal que sim e Patrícia falou assim: “Raquel por que você não vem dividir comigo? Sei que você também gosta de chupar” Ela olhou pra mim e falou: “Amorzinho posso dividir com minha amiga?” Falei: “Tá louca?” Ela falou: “Sim to louca, mas pra chupar aquele pausão ali, também deixa vai!”


Me deu uma sensação de raiva e tesão ao mesmo tempo e um calorão subiu ai respondi que sim, pra aproveitar e quando vi minha esposa se agachando pra chupar outro homem na minha frente, ai me deu mais tesão quando ela pegou o pau do Roger com vontade e colocou na boca e chupava com tanta vontade que até esqueceu de mim. A Patrícia lambendo o saco dele e falando “David olha só que delicia de pau que tua esposa ta chupando vem ver mais de perto”. Aí me aproximei e falei “Como está gata?” Ela com o pau de Roger na boca só fez sinal de ok e continuou chupando e Patrícia tirou da boca de minha esposa e continuou a chupar o Roger. Minha esposa estava de saia eu levantei a saia dela e coloquei meu dedo na buceta dela que estava escorrendo e a Patrícia falou como está ai? Molhadinha aposto?” Falei que estava e muito e vendo minha esposa de quatro ainda chupando, tirei meu pau para bater uma punheta por que não aguentava mais de tesão.


Patrícia saiu por alguns minutos e voltou e falou vem amiga isso é pra você e deu a ela uma camisinha. Eu falei: “Pera aí que é isso aí?” Patrícia falou assim: “David quem tá na chuva é pra se molhar!” Aí minha esposa disse: “Calma amor não vai me decepcionar você acha que vou só chupar? Você deve estar brincando senta aí e assisti sua gata ser devorada por outro macho!” Roger me olhou e deu uma piscada e falou: “Relaxa cara e curte a festa!” Raquel tirou a saia colocou a camisinha no Roger e falou: “Amor olha só isso vem aqui e curte!”


O pau do Roger não era pequeno e ele colocou a calcinha dela de lado e ela virou de costas pra mim e encaixou o pau na buceta e sentou com uma vontade que entrou tudo de uma só vez e deu uma urrada e falou: “Amiga que delícia!” E Patrícia falou: “Aproveita linda e devora tudo e relaxa meu querido que tua gata tá aproveitando!” E Raquel falou: “Amor olha só eu sentada em um pausão deste e você ai curtindo sua gata ser bem fudida! Quem diria?” E começou a cavalgar no pau de Roger e Patrícia do lado vendo minha esposa se deliciando.

Ai minha esposa saiu de cima do Roger e Patrícia que estava vestida ainda só tirou a calca jeans e sentou de frente no pau dele e ficou cavalgando e minha esposa me deu um beijo e falou: “Tá contente amor vendo tua gata dando pra aquele macho ali”? e saiu. Tomou uma água e ficou vendo sua amiga que rebolava e nós curtindo o pau entrando e saindo da buceta da Patrícia.


Eu gozei sem mexer no meu pau foi incrível. Patrícia deixou Roger no sofá e falou amiga vem é sua vez de novo e ficaram as duas de quatro no sofá e Roger começou a fuder minha esposa de novo e eu vendo ela naquela posição fui pela frente dei um beijo nela e falei: “Amor você é uma puta mesmo!” Ela respondeu: “Sou mesmo só você que não sabia. Até minha amiga sabia.

Roger deu uma risada e metendo forte nela fez ela abaixar a cabeça e gozou e Patrícia disse: “Desculpa amigo você é um corno a partir de hoje”! E Roger falou: “Concordo com isso!” E tirou o pau da buceta da minha gata e deu pra elas chuparem e falou: “Vem cá suas putinhas que vou gozar!” E as duas chupando ele falou: “Vem cá!” E puxou a cabeça da minha esposa e gozou bem na boca dela e deu pra Patrícia chupar e limpar tudo. Minha esposa com a boca cheia de porra do Roger falou: “Amor olha isso.” E engoliu tudo e ainda voltou e chupou Roger de novo. Patrícia falou: “É meu amigo por esta você não esperava um chifre”.
Elas ainda falaram mais um pouco. Roger saiu e quando voltou falou: “Tua gata é um tesão espero comer ela de novo”. Ela deu uma olhada pra mim, sorriu e não falou nada. Patrícia ainda atiçou: “Da próxima nós vamos só nos duas tá amiga?”.
Saímos do apto de Patrícia. Fomos embora e no carro ela falou que estava com muito tesão e disse: “Meu corninho te amo muito!” E me deu um beijo. Tomamos um banho e dormimos. No outro dia que falamos no assunto de novo. Mas valeu a pena porque descobri a puta que tenho em casa

Clerice Ferre

Despedida de Solteira

Após seis anos de namoro, estava chegando o grande dia, em breve ia me casar. Minhas amigas estavam organizando uma festa de despedida de solteira, eu estava com muito medo do que viria, pois elas adoram sacanear.

Chegando o dia da despedida, três amigas me pegaram em casa e disseram que minha noite seria inesquecível. Fomos para uma casa de stripper, onde encontramos com outras amigas nossas.

No palco rolava uma bolinação super quente, dois gatos de sunga, alisavam uma garota, e na plateia, umas garotas gritavam para ela pegar o pinto deles. Depois de um tempo os caras estavam nus, de pinto ereto e a garota, segurando os dois com vontade, as amigas dela estavam delirando. Um dos caras pegou a cabeça dela e forçou-a a chupar seu pau, ela se recusou, ele continuou insistindo, mas ela não cedeu. Após o showzinho, desejaram a garota, pelo microfone, um bom casamento. Na hora gelei só ai saquei a intenção das minhas amigas.
 
Mais alguns showzinhos rolaram, inclusive de sexo explicito, até a hora que anunciaram meu nome, que estava me despedindo da vida de solteira, e ria participar do próximo numero, a pedido das amigas. Gelei de novo, mas não tinha como fugir.
 
Dois rapazes de sunga vieram até mim, eu estava usando uma mini saia preta com uma calcinha fio dental também preta, e um top “tomara que caia”, de lycra branca, sem sutiã, eles me pegaram pelas mãos e me levaram para a passarela.
 
Deixaram-me em pé no centro da passarela e começaram a dançar ao meu redor, me alisavam de cima abaixo, eu não reagia, e comecei a entrar na brincadeira, comecei a alisá-los também, acho que isso foi o sinal que esperavam. Os rapazes levantaram meus braços, e sem que eu percebesse, estava com as minhas mãos algemadas em correntes que vinham do teto. Agora sim estava à mercê dele.
 
Falei para um dos rapazes que me alisava:
“-O que vocês pensa que estão fazendo?”
 
Ele me respondeu:
 
“-Só o que suas amigas autorizaram!”
 
Não sabia se ficava mais tranqüila ou mais preocupada. Ai começou o show de verdade…
Abaixaram meu top até a cintura, meus peitos que não são pequenos saltaram, e agora estavam à mostra para deleite de todos, minhas amigas gritavam:
 
“-Aproveita!”
 
Ai foi a vez da saia, primeiro a levantaram, mostraram minha banda para todos, depois resolveram tira-la. Não acreditava, estava praticamente nua, só com a calcinha fio dental, minúscula por sinal, ali pendurada em um palco, com diversas pessoas estranhas vendo tudo, era surreal.
 
Os caras continuavam me alisando de cima a baixo. Chupavam meus seios, alisavam minha bunda, esfregavam seus cacetes em minha xota e nádegas, pois neste momento os dois estavam nus.
 
Achei que o show ficaria só nisso e estaria para terminar, já estava pronta para brigar com minhas “amigas”, mas estava redondamente enganada…
 
Senti minha calcinha descendo lentamente, uma língua adentrou minha vagina e outra meu cuzinho. Depois de alguns minutos de chupação desengancharam as algemas da corrente e as prenderam no chão, me colocando de quatro, com o rosto voltado para a platéia, que delirava com a cena.
 
Um dos rapazes desce da passarela e se pos na minha frente, colocou seu pau, que se diga de passagem era muito grande,na minha boca, e gritou:
 
“-CHUPA VAGABUNDA…”
 
Nem pensei o que estava fazendo, abri a boca e recebi o cacete até o funda da garganta, enquanto eu chupava, senti o cacete do outro rapaz penetrando minha buceta, eu não acreditava, uma dupla penetração, ainda por cima em publico, às vésperas do meu casamento.
 
Pensar que o único homem que me possuira até então era meu noivo, e que não era tão avantajado como aqueles caras!
 
O que me confortava é que eu acreditava estarem acabando, mas novamente estava enganada.
 
O rapaz que eu estava chupando, chamou no publico voluntários para substituí-lo. Formou-se uma fila de rapazes, arregalei os olhos, eu não tinha reparado vários homens atrás da cortina vendo o show (pensava que nesses shows só ia mulheres). O rapaz percebendo minha aflição disse:
 
“-Calma, você pode chupar todos com calma, não tenha pressa!”
 
Nesse instante ele tirou o pau da minha boca, enquanto um rapaz da platéia o substituía, ele subiu na passarela e foi me comer no lugar do outro. Só que ele mirou o caralho na portinha do meu cuzinho e foi penetrando, quase me rasgando, pois meu noivo me fodia pouco no rabo, sem contar a diferença de calibre. Eu não podia reclamar, pois estava com a boca cheia de pica.
 
Os rapazes da platéia foram se revezando na minha boca, quando percebi que conhecia alguns deles, eram amigos do meu noivo, gozaram muito na minha boca.

Depois e quase uma hora, levando pica na boca , buceta e no cú os strippers me levantaram pelos braços, me parabenizaram por ter agüentado vinte e cinco caralhos e me desejaram feliz casamento. O publico aplaudiu, os rapazes me levaram para os bastidores, onde havia banheiros para que eu me lavasse e tirasse a imensa quantidade de porra que saia de meus orifícios arrombados e escoria pelos meus peitos e coxas. Eles falaram para eu me lavar e arrumar, para depois voltar para a festa.

Tomei um banho, e enquanto me lavava apareceram três strippers que falaram:
“-Nos também vamos te comer…”
Eu apenas disse:
“-Tudo bem, fiquem a vontade!”
Depois dessa surubinha no banheiro, onde recebi mais um pouco de caralho em meu buraquinhos, voltei para junto das minhas “amigas”, não me dirigi à elas, estava puta da vida e com vergonha ao mesmo tempo. Elas fizeram gritando meu nome e me abraçando:
“-Aproveitou? –perguntavam”
Nisso aparece um dos amigos do meu noivo, que eu tinha chupado e me disse:
“-O Marcos (meu noivo) vai ter uma bela puta como esposa!”
Não sabia onde enfiar a cara!

Perto das duas da manhã, anunciaram meu nome novamente, não acreditei, chega, mas eles queriam me parabenizar pelo casamento, por ter aceitado a brincadeira e me dar um DVD com meu show.

Peguei aquele DVD com toda força, e não o larguei um segundo sequer, mas no fundo sabia que aquela noite ainda ia me trazer problemas. 
by  gogofredo