7 mentiras sobre homens e sexo + 5 verdades absolutas

7 mentiras sobre o tesão masculino

NOVA desvendou os mitos que tomam conta da nossa cabeça e se enfiam no meio dos lençóis

Reportagem: Letícia Mori e Jo Carlowe – Edição: MdeMulher
Conteúdo do site NOVA
Mentiras sobre sexo
Desvende os mitos sobre sexo que estão presentes na nossa cabeça
Foto: Getty Images

Mentira 1 – os homens estão sempre com tesão
Esse é um mito perigoso. Há um milhão de motivos pelos quais seu amado pode querer ficar longe da cama. A ansiedade por uma promoção no trabalho e até o fracasso do time de futebol podem ter efeito apaga-fogo. Essa ideia de que os homens devem estar sempre a ponto de bala pode estragar o relacionamento. Quando o sexo não acontece, nós mulheres nos sentimos rejeitadas e eles, humilhados. “O mito é tão forte que os homens são enganados pela própria expectativa”, diz a psicóloga e terapeuta sexual Ana Canosa, da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana.

Mentira 2 – Pés grandes = pênis grande
Se alguém calça 44, todo o resto vai ser proporcionalmente grande, certo? Não. Pesquisadores da universidade inglesa College London decidiram tirar a prova – e as medidas. O que descobriram? Nenhuma relação entre o tamanho das meias e o da camisinha. Nem pés nem mãos. “Cada membro é determinado por um gene distinto”, afirma o ginecologista Eliano Pellini, chefe do Departamento de Sexualidade da Faculdade de Medicina do ABC, na Grande São Paulo.

Mentira 3 – Eles querem mais sexo do que nós
Uma possível origem dessa lenda é o fato de os homens estarem interessados em sexo de maneira mais constante, enquanto somos afetadas por mudanças hormonais. Eles também atingem o pico de vigor sexual mais cedo, o que pode causar descompasso a certa altura do campeonato. Por isso é cada vez mais comum ver mulheres mais velhas dividindo a cama com parceiros mais jovens. Além do mais, nunca foi socialmente proibido à ala masculina fazer sexo somente por prazer. “Os homens aprenderam a transar para relaxar, para comemorar, para esquecer os problemas”, destaca Ana. Gradativamente, muitas mulheres vêm enxergando o ato da mesma forma. E aí o desejo delas não perde em nada para o deles.

Mentira 4 – O pênis deve ter mais de 15 centímetros
Cuidado para não cair na propaganda enganosa. Você pode até achar um pênis grande mais bonito, mas quem vê cara não vê eficiência. “A vagina envolve o pênis, se adaptando a qualquer tamanho”, diz Pellini. Sem contar que 70% das mulheres só atingem o orgasmo por meio da estimulação do clitóris – o que não tem nada a ver com o tamanho, e sim com a habilidade dele em acertar uma localização geográfica, muitas vezes os menores são mais eficientes.

Mentira 5 – Eles nunca fingem orgasmo
Claro que para os homens é mais difícil esconder a evidência. Mas 26% deles fingem, sim, segundo a pesquisa Sexualidade dos Brasileiros, do Instituto Datafolha. “A confusão existe porque a resposta  sexual masculina começa com a ereção”, explica a sexóloga Maria Luiza Cruvinel Moretti, de São Paulo. Mas ela significa apenas que as terminações nervosas do pênis foram estimuladas. “O orgasmo é a etapa seguinte, quando ocorrem pulsações e contrações”, completa. Portanto, um homem pode, sim, simular o clímax. E pelo mesmo motivo que as mulheres: terminar o ato mais cedo sem ferir seus sentimentos.

Mentira 6 – Preliminares não são para eles
Os mais jovens até costumam dispensá-las por medo de ejaculação precoce, mas a maioria ama um ensaio antes da estreia. “Os homens adoram criar tensão gradualmente”, afirma a psicoterapeuta britânica Paula Hall. Além disso, nós mulheres estamos cada vez mais exigentes, o que fez com que os homens descobrissem prazer em simplesmente ver a parceira sentindo prazer. Tanto que, em uma pesquisa feita pela Universidade de New Brunswick, no Canadá, o tempo médio de preliminares considerado ideal por eles foi de 18 minutos. Já pelas mulheres, cinco.

Mentira 7 – Eles só ficam excitados se a calcinha for sexy
Não é das vermelhas que eles gostam mais. Uma marca inglesa de produtos de lavanderia entrevistou mais de mil homens e chegou à cor campeã de elogios: a preta. Mas o que realmente os deixa excitados é a variedade. Modelos diferentes permitem que seu gato se sinta fazendo sexo cada vez com um tipo de mulher (fetiche!). Claro, quando há tesão, a coisa vai com qualquer modelo. Mas, mesmo que seu marido adore sua calcinha fio dental, se a vir sempre vai acabar entediado. É como provar o mesmo cereal toda manhã.

Agora, a verdade
1. Homens adoram pornô
O cérebro masculino é mais sensível à estimulação visual.

2. Gostam quando você toma a iniciativa
Principalmente os mais jovens e com maior escolaridade, aponta o Instituto Kinsey para Pesquisas sobre Sexo, nos EUA.

3. Contam tudo aos amigos
E não só para se gabar. Muitos conversam sobre problemas e dicas para aumentar o prazer.

4. São inseguros
Maiores encanações: ejaculação precoce e medo de broxar. Não satisfazer a parceira atormenta 56% deles.

5. Adoram experimentar
Eles se masturbam mais e por isso enjoam mais rápido dos métodos testados.

Conte seus segredos!

Conte seus segredos!

Tudo bem que manter um certo mistério faz parte do jogo da sedução. Mas, algumas vezes, abrir o coração é o único caminho para conquistar a verdadeira intimidade

Reportagem: Natália Ribeiro – Edição: MdeMulher
Conteúdo do site NOVA
Revelações para fazer ao homem que você ama   Veja as revelações que você deve fazer ou não ao seu amado
Foto: Getty Images

Intimidade exige jogo aberto. Significa deixar o outro ver quem somos, por dentro e por fora. Como e quando fazer certasrevelações é uma questão de ficar com as antenas ligadas, para captar vibrações favoráveis. Veja a seguir os segredos que você deve contar, se estiver mesmo apaixonada por ele.

O que você era antes de crescer
Você foi uma garota endiabrada, mas ao mesmo tempo a primeira da turma? Tímida e caladona, mas lá no íntimo uma revolucionária? Talvez imagine que tudo isso está na cara. O tipo de presunção de alto risco. Se não deixar muito claro como seu temperamento sempre foi, desde a chamada mais tenra idade, estará sonegando uma informação fundamental. E, quanto mais problemático foi o ambiente em que cresceu, mais importante será contar a verdade. Saber o que dizer – e quando – é uma questão de confiança e timing. No primeiro encontro, você certamente não vai confidenciar que seu pai morreu de overdose, mas nunca é cedo para dar uma pista do tipo “não quero ser igual aos meus pais”. Ao passar mensagens assim desde o começo, você dá ao homem a chance de fazer perguntas, se interessar pelas respostas e, ao mesmo tempo, não se precipitar em julgamentos, injustos a seu respeito.
Com o tempo, é aconselhável entrar em maiores detalhes sobre suas experiências de infância. Até porque explorar o passado é uma forma de aumentar a comunicação e a intimidade no presente. Como as histórias da infância, os planos para o futuro também devem entrar na conversa desde o começo. Antes cedo do que tarde. Melhor saberem agora que têm incompatibilidades difíceis de contornar do que quando já estiverem muito envolvidos. Isso não significa, evidentemente, que, mal encontre um homem, você deva sair anunciando que nos próximos oito anos pretende casar com um não fumante, ter quatro filhos e estar morando numa cidadezinha despoluída do interior. Por outro lado, é bom evitar que ambos embarquem em canoa furada, deixando desde o começo algumas pistas de que deseja ter uma família mais ou menos grande e adoraria viver num sítio.
O que a enlouquece na cama
Se existe uma coisa no mundo de que pode ter certeza é que os homens amam quando as mulheres lhes dão a senha secreta para sua satisfação sexual. Porque, como vários deles não têm o menor pudor de confessar, a maioria é completamente analfabeta a respeito das preferências femininas. Estão mais perdidos do que cegos em tiroteio, tadinhos. A última coisa que querem é uma mulher bem educada na cama. Você não vai arrasar o ego de seu namorado se lhe der umas dicas. Pelo contrário, não há praticamente nada que ele não se empenhe em fazer,alegremente, para excitá-la, se você pedir.

Os segredos mais cabeludos
Se você for como 99,9% das pessoas, terá histórias terríveis que mantém trancadas a sete chaves. Como ter clareza do que é “contável”, o que não é e quando romper o silêncio? Os especialistas têm uma regra de ouro para você descobrir se deve abrir a boca ou continuar feito um túmulo: pergunte a si mesma se, mantendo esse segredo, estará privando o homem que ama de uma informação que ele tem o direito de saber.

Qualquer segredo que o ajude a entender melhor você vale a pena ser revelado. Desde que tenha noção de medida. Aos 20 e poucos anos, Esther contava a todos os namorados, indiscriminadamente, que a mãe havia se suicidado, coisa que ela mesma só ficou sabendo já adolescente, pois a família, traumatizada, fez de tudo para esconder a verdade. Hoje, aos 34 anos, compreende que “despejava” a notícia em cima de todos os homens que passaram por sua vida “só para ver a reação deles”. Com o tempo, aprendeu a esperar: “Só contei ao César, meu atual namorado, depois de uns dois meses de relacionamento. E fiz isso pelo motivo certo: queria que ele soubesse como a perda da minha mãe e o segredo que fizeram em torno do assunto mexeram com a minha cabeça. E, também, para mostrar que tinha superado o problema”.

Revelar segredos é compartilhar suas esperanças e medos. Intimidade, no fundo, é feita disso: de baixar a guarda. Claro que você tanto pode ganhar quanto perder a parada. Sílvia, de 28 anos, contou ao namorado sobre o caso que teve, aos 19 anos, com um homem casado bem mais velho, amigo de seu pai. “Não me orgulho do que fiz”, confessa, “mas achei importante o Alex saber que eu tinha me machucado feio e como isso influiu na minha maneira de ser agora.” Só que o rapaz não aceitou a coisa numa boa. “Senti que ele estava me julgando”, conta Sílvia, “e me retraí. Acho que as coisas nunca mais vão ser como eram antes.”

Às vezes, revelar um segredo significa perder. Mas não é melhor saber agora como ele reage do que mais tarde? E tem mais: quando você revela um segredo de que se envergonha – está sempre endividada ou faz terapia há dez anos, três vezes por semana – e ele não sai em desabalada carreira, é aquele alívio. Além de um passo gigante rumo a um relacionamento mais íntimo e verdadeiro.

As grandes mancadas amorosas
Todos nós cometemos erros em algum namoro ou fomos vítimas de erros alheios. É uma das mais difíceis maneiras de aprender uma lição: amar e perder a pessoa amada. Em compensação, a experiência torna-se inesquecível e proveitosa. Acontecimentos anteriores que arruinaram um romance podem ajudar muito esse romance a dar certo. Claro que você não vai entrar em detalhes e contar a história toda, dando nome, endereço, CIC e RG dos personagens. Basta fazer como Suzana, que depois de esperar horas pelo namorado na frente do cinema, avisou: “Na próxima vez que chegar depois de o filme começar, não vai me encontrar plantada esperando. Se não acredita, pergunte para o meu ex se eu faço isso ou não faço”. Ele entendeu o recado e nunca mais se atrasou.

Dar esse tipo de toque não significa colocar o pobre homem na marca do pênalti toda vez que ameaçar um escorregão. O que importa é, desde o começo, contar as mancadas que você e os ex cometeram e que podem ser evitadas. Essa troca de informações é construtiva. Se um cara se interessa de verdade por você, também vai se interessar por saber o que a tira do sério – e o que a faz delirar. Quando abre o jogo a respeito de assuntos e comportamentos-limite, você está deixando muito claras as regras para um relacionamento em que exista respeito mútuo. Isso vale para tudo. Prefere rachar as contas para manter a independência? Banheiros limpos são fundamentais para sua saúde mental? Sair com os amigos dele não é sua ideia de um grande programa? Seja um traço de caráter ou uma simples cisma, tudo isso deve ser discutido e colocado em pratos limpos. Nada como o respeito mútuo para alimentar um relacionamento e fazer vocês se sentirem um verdadeiro casal.

Os segredos que você nunca deve revelar
Como pretende “enquadrar” o rapaz
Está planejando dar um banho de loja nele, refinar seus modos, dar uma ajudazinha na carreira? Não conte. Querer mudar alguém é uma atitude ofensiva, alertam os psicólogos. Significa dizer: você é todo errado, mas deixa comigo que eu resolvo. Você pode até pensar isso, mas nunca permita que perceba.

O que mais gostava no seu ex
“Maldita a hora em que comentei que o ex dava de mil a zero em meu marido em matéria de senso de humor”, diz Janette. “Ele agora não pára de perguntar em que mais o outro era melhor.” Guarde as qualidades do ex para si. Principalmente, se ele era bom de cama.

O sucesso que você faz com a rapaziada
“Uma vez, cheguei de uma viagem a trabalho e caí na besteira de comentar com meu namorado sobre um cara que me paquerou no  avião”, conta Beth. O rapaz ficou chateadíssimo, e ela percebeu que o tiro tinha saído pela culatra: “Falei para me valorizar. O resultado foi exatamente o contrário”. Você ainda está nessa? Cresça, por favor.

As mais íntimas inseguranças físicas
Lá está ele, todo derretido, dizendo que você é linda. E lá está você, argumentando: “Meu problema são as coxas grossas…”. Isso não é o cúmulo da honestidade. É um convite para ele achar que tem ao lado uma neurótica… ou começar a olhar exatamente para aqueles pontos fracos que nunca tinha notado na mulher amada.

Que seus amigos acham ou deixam de achar
“Meu namorado andou aprontando comigo e contei o que minha melhor amiga tinha dito do comportamento dele. Ele passou meses sem olhar para a cara dela. O pior é que percebi que havia usado a pobre para dizer a ele coisas que eu não tinha coragem de dizer.” Não se esconda atrás de críticas alheias. Preserve a reputação do amado – e das outras pessoas de quem gosta.

Conto erótico – Maria na casa de swing

Fantasia: Na casa de swing

               Oi, meu nome é Maria, 43 anos, 1,61mt, 68kg, sou de São Paulo, tenho um corpo normal, seios pequenos (quero colocar silicone), uma bunda normal, sou morena, estou casada a 25 anos com o Lauro que tem 43 anos, 1,77mt, 78kg, tem cum corpo normal e um pau de 13cm, bom entre as opções que eu tinha para a fantasia do mês eu escolhi ir a uma casa de swing, aqui em São Paulo tem algumas, e no começo do mês comuniquei a ele que iriamos realizar essa fantasia, marcamos então de ir no ultimo Sábado do mês, e durante o mês procuramos ler sobre as casas que tinham em São Paulo, depois de muito ler resolvemos que iriamos na Enigma Club, chegado o Sábado a noite, nos arrumamos, fui de saia e uma blusinha e ele foi esporte chic, saímos de casa as 21:00 e fomos para um restaurante, comemos e bebemos, aproveitei para beber um pouco mais que o normal, mais não para ficar bêbada só um pouco alegre, chegamos lá as 23:30 e fomos direcionados a uma mesa na pista de dança, meu marido pediu ao garçom um baldinho com 5 cervejas, a casa estava com poucos casais, mais aos poucos foi enchendo, ficamos na pista bebendo e as vezes quando a musica era boa dançávamos na pista, demos uma volta para conhecer a casa, onde tem uma quarto com uma cama bem grande coletiva, algumas cabines fechadas com janela de vidro para o pessoal espiar, outras com janela de treliças, tem um labirinto, um quarto privativo e o famoso quarto com os buracos na parede, confesso que quando li os contos das outras participantes e ficava imaginando como seria ele kkkkk, voltamos para a pista e continuamos bebendo, por volta das 01:30 já estavamos mais relaxados e acostumados com o ambiente então ficamos na pista dançando, eu dançava sensualmente para ele, rebolava e esfregava minha bunda nele, deixava ele morrendo de tesão, ele me convidou para dar uma volta, passamos pelo camão e tinha quatro casais fomos pro labirinto e lá tinha muitos casais mais eu queria ir mesmo era na cabine dos buracos kkkkk, entramos e ficamos nos beijando, depois de um tempo fui olhar para os buracos e no buraco da direita tinha gente espiando já no da esquerda não tinha ninguém espiando, então eu fui espiar kkkkk, tinha um casal bem novinho transando eu fiquei espiando eles enquanto isso o meu marido começou a meter o dedinho na minha bucetinha que só de estar vendo aquele casal transando estava toda meladinha de tesão, ele tirou minha calcinha e levantou meu vestido e começou a meter a lingua na minha buceta, que delicia me virei e enfiei o pau dele toda na minha boca e me acabei de chupar, como eu estava perto do buraco e com minha bunda virada para ele de repente senti uma mão na minha bunda, nossaaa eu tomei um susto que dei um pulo kkkkkkk, era a mulher do casal que esta transando, olhei para ela e ela riu e eu ri para ela, voltamos a nos beijar e ela continuou olhando e no outro buraco tinha um pau preto e gigante devia ter muito mais de 20cms (parecia um pau de cavalo kkkk), meu marido me encostou na porta da cabine e levantou meu vestido e começou a meter na minha bucetinha, eu gemia bem gostoso mais ele logo gozou e eu estava louca de tesão ainda, me sentei no sofazinho que tinha e pedi para ele me chupar, que delicia ele chupava e dava uma mordidinhas eu ia a loucura e aquele pau gigante do meu lado e enquanto ele me chupava eu não resisti e comecei a punhetar aquele pauzão eu agarrava ele com as duas mãos e ainda sobra um pedação era muito grande, meu marido nem tinha visto que eu estava punhetando o negão, quando ele viu meteu o dedo no meu cuzinho e a lingua na minha bucetinha, eu gozava e gemia igual uma vagabunda, meu marido me virou de costas e começou a meter no meu cuzinho eu berra de tesão e não largava o pau do negão de jeito nenhum, então meu marido gozou no meu cuzinho e eu peguei de novo com as duas mãos o pau do negão e comecei a punhetar com força até que de repente veio aquele jato de porra em minha direção parecia uma mangueira de esperma, nunca vi tanta porra na minha vida, depois ainda chupei o pau do meu maridão para deixar ele bem limpinho, nos arrumamos e fomos embora, nem eu nem ele  nunca comentamos sobre o negão, eu adorei ir lá achei muito legal e picante, qualquer dia voltaremos.

Muito obrigado e um beijão

 Por Maria de São Paulo

Aposte em 10 dicas para esquentar o sexo

Aposte em 10 dicas para esquentar o sexo 

Você provavelmente já viu cenas de sexo pra lá de calientes em novelas. Aí você olha e morre de inveja pensando que sua vida sexual anda bem monótona. Sair da rotina é uma ótima maneira de esquentar a relação. Veja 10 dicas a seguir para esquentar o clima com seu companheiro, de acordo com a revista Cosmopolitan.
Olhos vendados – Pegue a gravata dele e vende os olhos do seu companheiro. Leve-o a um lugar da casa onde vocês vão começar a namorar. O fato de você demonstrar controle total sobre ele vai deixá-lo mais excitado ainda. Além disso, o clima vai pegar mais fogo com ele não sabendo o que vai acontecer.
Brincadeira – Faça uma brincadeira em que você o chama de senhor. Ele também deve chamá-la de senhora. Se ele errar e chamá-la pelo seu primeiro nome dê a ele uma surra sexy. Com certeza será um joguinho que vai esquentar o clima.
Cadeira erótica – Coloque-o sentado confortavelmente numa cadeira ou sofá. Lentamente, vá retirando sua calcinha fio dental e use-a para amarrar as mãos do seu companheiro para trás. Em seguida vá fazendo uma dança sexy para ele, que não poderá tocá-la. Isso vai instigá-lo ainda mais.
Fetiche – Vista-se de preto, com botas até o joelho ou aposte numa meia-calça com uma calcinha sexy. Empurre-o contra a parede, puxe o cabelo dele delicadamente e sussurre no ouvido dele: “Você vai fazer tudo o que eu digo esta noite.”
Joguinho – Peça ao seu companheiro para prendê-la na cama. Então vá tentando fechar as pernas e resistir aos carinhos do seu gato.
Calcinha – Pegue uma calcinha sexy e faça um furinho na parte de baixo. Quando as coisas começarem a esquentar, leve a mão dele até lá embaixo e deixe-o seguir o caminho do prazer.
Sexo oral – Enquanto seu companheiro estiver deitado vendo televisão, surpreenda-o com um delicioso sexo oral. Fique em silêncio e não lhe diga uma palavra.
Mamilos – Passe seus mamilos suavemente pelo corpo dele. Os dois vão ficar excitados juntos.
Masturbação – Se ofereça para masturbá-lo e peça para ele lhe comandar nesta tarefa.
Dê ordens – Enquanto você estiver fazendo amor com seu gato, diga a ele que só poderá chegar ao orgasmo quando você deixar. Se ele começar a chegar ao clímax, pare e volte a fazer os movimentos bem devagarzinho. Isso vai deixá-lo louco e prolongar o prazer de vocês, deixando o orgasmo mais intenso.

Conto erótico – Casa de swing

Desafio do TERCEIRO mês comprido

Fantasia: Conhecer uma casa de swing 

              Oi me chamo Gabriela sou de Joinvile/SC, tenho 33 anos sou loira com a pele bem branquinha, tenho 1.64mt, 58kg, corpo bonito, coxas grossas e uma bucetinha toda depiladinha, seios médio com silicone 300ml, e uma bundinha dura e empinada, faço academia a 4 anos, estou casada a 10 anos com meu marido que se chama Luiz ele tem 33 anos, 1,70mt, 76kg, corpo normal, um pau de 16cm, e o corpo todo depiladinho, bom como eu resolvi realizar essa fantasia eu quero antes contar um pouco da minha historia, sou do interior de Santa Catarina e minha criação foi bem rigida, eu ia para a igreja sempre com meus pais, fiz parte do grupo de jovens e meu pai não deixava eu namorar, antes de conhecer meu marido eu só namorei escondido com um menino, namorei ele dos 17 aos 18 anos, mais não deu certo e em uma festa de uma amiga minha estava o primo dela que era de Curitiba, nossa ele era um gato, diferente de todos aqueles que eu conhecia, ela nos apresentou e ficamos conversando a noite toda, no outro dia ele me convidou para ir ao cinema e eu aceitei, ele já tinha carro e me pegou em frente a minha casa, fomos para o cinema e depois disso começamos a namorar, namoramos por 4 anos e estamos casados a 10 anos e temos um filho de 6 anos, então vocês podem imaginar eu só transei com meu marido até hoje, só vi o pau do meu marido ao vivo até hoje, e tudo que ele me fala de sexo que seja um pouco mais ousado eu já fico toda retraída, na nossa vida sexual sempre foi bem básico e esse era um dos motivos de reclamação de meu marido, depois que comecei nessa BRINCADEIRA e comecei a ler os contos de outras pessoas que eu vi como eu era mesmo, mais com o tempo eu fui mudando bastante, até começar essa BRINCADEIRA eu nunca tinha me masturbado, nunca tinha lido um conto erótico, não lia nada na internet sobre sexo (só lia sobre roupa e facebook rsssss), não pensava em fantasia sexual, não tinha feito sexo anal e não chupava meu marido até ele gozar, agora dá para você terem uma ideia de como eu era, e alem de tudo isso eu ainda sou extremamente timida e ciumenta, no primeiro mês realizamos a fantasia de transar dentro do carro foi muito bom ele sempre me pedia na época que namoravamos mais eu nunca tive coragem, no segundo mês fizemos sexo anal no começo eu não gostei muito mais agora pelo menos uma vez na semana fazemos e eu adoro tem orgasmo intenso, e para o terceiro mês fiquei muito empolgada com a premiação e então resolvi chutar o balde e ir na fantasia mais dificil (que na verdade eu nem ia realizar, pois sou muito tímida, ciumenta rssssss), me empolguei e falei para ele que iriamos ir a uma casa de swing, ele levou um susto (vi na cara dele) acho que ele nunca esperou que eu realizaria essa fantasia, e nem sei se ele também queria rssss, conversamos bastante e avisei a Cris (minha conselheira aqui do DICAS) e ela me passou o DESAFIO, bom o desafio eu já sabia que provavelmente não iria cumprir pois sou extremamente ciumenta e já ir em uma casa de swing era superação demais, mais não desanimei e combinamos para ir no Sábado a Balneário Camboriú na Sensuality Club, vimos as fotos e gostamos bastante, chegado o dia me produzi toda coloquei um vestido que tem uma malha bem fininha e bem coladinho que marca bastante o corpo, uma calcinha minuscula e sem sutiã para marcar bem meus peitos, na hora que apareci na sala ele já foi me agarrando e eu falei “pode se acalmar” rsssssss, ele colocou um jeans e uma camisa de botão, chegando em balneário ele me convidou para ir beber algo, aceitei mais fiquei morrendo de vergonha pois eu estava vestida para matar rsssssss, era umas 22:30 sentamos em uma barzinho e ficamos bebendo, quando me levantei para ir no banheiro vi que vários homens ficaram me secando, nossa aquilo me deu um tesão enorme, voltei para a mesa e falei que queria ir logo antes que desistisse rssssss, já era 23:30 então fomos para o club, o club é bem grande tem a pista principal na parte de baixo e subindo as escadas tem um quarto de vidro para as pessoas espiarem, tem um quarto com uma cama bem grande coletivo, tem o quarto privativo, tem o Dark Room que é um quarto todo escuro e tem os camarotes são varias cabines viradas para a pista, você pode transar e ficar vendo o pessoal lá embaixo dançando muito legal e na parede que divide uma cabine da outra tem dois buracos para espiar ou botar as mãos, ficamos na pista em uma mesa bebendo e dançando, o ambiente na pista é muito legal e bem descontraído, as vezes dávamos uma volta na casa para ver como estava o movimento, teve uma dessas passeadas pela casa que ficamos impressionados, no quarto de vidro tinha dois casais dentro se pegando e do lado de fora espiando devia ter uns 20 casais era muita gente, depois entramos no dark Room nossa ali dentro não da de ver um palmo na sua frente, meu marido ficou atras de mim e de repente senti um pau passando na minha mão, falei para ele e saímos dali e fomos no camão tinha três casais na cama e uns 10 olhando, convidei ele para ir nos camarotes, ficamos lá sentados olhando para baixo vendo o pessoal dançar eu resolvi espiar em um dos buracos e tinha um casal bem novo na faixa de 25 anos e bonito transando, ela se apoiava no parapeito olhando para a pista e inclinando bem a bunda para trás e ele metia com força nela por trás fiquei muito exitada com a cena e meu marido espiava no buraco do outro lado onde tinha dois casais transando só que era um casal mais velho na faixa de 45 anos e o outro na faixa dos 35 anos, ficamos vendo por um tempo e eu na empolgação falei para ele “vai amor pode passar a mão nela eu deixo” ele relutou um pouco mais com a minha insistência ele acabou passando e se empolgando rssss, ele parou de passar a mão e começou a me chupar enquanto eu espiava, eu gemia igual uma puta QUE TESÃO que eu estava o casal que eu estava espiando chegou a para e ele veio com o pau em minha direção eu tirei o rosto do buraco me virei e cai de boca no seu cacete do meu marido, chupava com gosto, eu vi que enquanto eu chupava uma mão feminina passava a mão na perna do meu marido e na sua bunda, me controlei, respirei fundo e continuei chupando, me apoiei no parapeito e ele veio por trás, meteu com tanta força que dei um berro, algumas pessoas chegaram a escutar da pista rssssss fiquei ali naquela posição por muito tempo, depois ele sentou no sofá que tinha e eu sentei no seu pau gostoso, teve uma hora que tinha 3 paus nos buracos, nunca vi tantos rssssss, depois de um tempo vi que tinha dois paus nos buracos e nos outros dois duas mulheres olhando, então para completar o desafio e como eu estava com muito tesão, respirei fundo e falei no ouvidinho dele “da o teu pau gostoso para ela segurar dá”, ele me olhou uma uma cara e perguntou tem certeza? eu falei claro, aproveita rsssss, ele tirou da minha buceta e botou na mão de uma delas ela agarrou com uma vontade e começou a punhetar ele eu sentei no sofá e comecei a me tocar, ele acabou se empolgando e enfiou o pau na boca da guria, eu quase deu um ataque, mais me controlei e pensei que essa noite seria uma noite diferente, depois ele tirou o pau da boca dela, tirou a camisinha e meteu mais um pouco em mim e falou que ia gozar falei para ele gozar na minha boca, ele encheu minha boca de porra, nos arrumamos e voltamos para uma mesa na pista, bebemos mais e dançamos mais, eu estava ainda com muito tesão falei para ele que queria transar de novo, fomos para um reservado e transamos dessa vez só nos dois bem gostoso, ele metia a lingua na minha buceta e no meu cuzinho e eu gemia bem gostoso depois eu chupava aquele pau com gosto enfiava ele todo na boca até engasgar na garganta depois ele metei na minha bucetinha bem gostoso, trepamos em pé, de quatro, deitados, de tudo que foi jeito e ele finalizou comendo meu cuzinho e gozando dentro dele, foi uma delicia.
FOI UMA NOITE MARAVILHOSA.
DE GABRIELA